Estamos nas Redes

AMAZONAS

Professor suspeito de assediar alunas é afastado de escola estadual no AM

Publicado

em

O professor suspeito de assediar alunas na Escola Estadual de Tempo Integral Gilberto Mestrinho, que fica no bairro Educandos, na zona sul de Manaus, foi afastado do cargo nesta quinta-feira(21).

Pais e alunos da escola, realizaram um protesto na manhã de hoje, na frente da unidade de ensino para cobrar o afastamento do professor que supostamente estaria assediando as alunas dentro da escola. Segundo a denúncia, mais de 30 meninas teriam sofrido assédio.

O caso foi denunciado a polícia na última quarta-feira(20). A mãe de uma das vítimas, uma menina de 12 anos, fez o registro da ocorrência. A vítima realizou o exame de corpo delito no Instituto Médico Legal (IML). No mesmo dia, segundo relatos, o professor compareceu a sala de aula  e durante discurso, teria falado que ‘sua mulher o satisfazia sexualmente e que ele não precisava disso’. A informação foi confirmada por uma professora da unidade de ensino, que também participou do protesto.

Conforme a educadora, ela se recusou a dar aulas e as alunas foram impedidas de entrar na unidade na manhã desta quinta-feira (21). Ainda de acordo com a professora, apesar das denúncias já foram protocoladas na Ouvidoria da Secretaria de Educação e Desporto (Seduc), o professor permanecia no cargo  por ser irmão da diretora e apenas era trocado de sala.

Por meio de nota, a Secretaria de Educação informou que o professor foi afastado e que está providenciando um substituto. A pasta destacou ainda que foi instaurado um processo administrativo para apurar o caso.

Veja vídeo:

Fonte: D24am